Blog

Agilidade e os múltiplos caminhos nas organizações

O videocast que resumiu e trouxe os melhores insights do Agile Trends.

Agilidade e os múltiplos caminhos nas organizações

20/04/2022
Partager:

O episódio do dia 13/04 foi diferente em todos os sentidos. Começando pela eventualidade de ter sido transmitido em uma quarta, fugindo do padrão das terças-feiras, e por se tratar de uma resenha sobre o evento que marcou a semana: o Agile Trends. Para todos ficarem na mesma página, trata-se de uma das maiores conferências de agilidade do país. Neste ano, a Meta foi uma das patrocinadoras master do evento, além de promover palestras e ainda contar com um estande para interação com o público, captação de talentos e bate-papos exclusivos sobre agilidade com especialistas da empresa. De quebra, a companhia ainda levou um prêmio com o case de Transformação Ágil na Aurora Alimentos. Para contar mais detalhes de tudo o que rolou, a mesa foi composta pelas principais figuras que representaram muito bem a Meta: Adriana Tavares – Head de Digital Solutions, Dian Costa – Head de Agilidade, Fernando Ruano – Head do LACE e Ricardo Miluzzi – Business Solutions Engineer.

Para iniciar o papo, nossos convidados contaram suas percepções sobre os primeiros dias. O mais marcante, sem dúvidas, foi a volta do evento no modelo presencial após dois anos ocorrendo virtualmente. “A melhor parte foi rever os amigos. Vários amigos que a gente estava acostumado em ver em eventos e estar todo mundo próximo, acho que esse foi o ponto chave”, conta Dian, empolgado. Além disso, outros aspectos interessantes foram o networking, a troca de conhecimento e as palestras com conteúdo relevante.

Falando sobre as trilhas que aconteceram, a mesa contou que o evento veio com muita diversificação dentro do assunto agilidade. Um tema interessante foi de Transformação Digital Ágil. Outro highlight foi sobre Inovação. Hoje, nós sabemos como fazer; mas como fazer isso de uma forma diferente para trazer um novo valor agregado? Esse foi o exemplo de um ponto tratado no Agile Trends. E as trilhas eram conectadas com temas de mudança de cultura, além de inovação e DX, dados também foram citados. Para mais, trilhas sobre liderança tiveram seu espaço e ajudaram tanto no fomento a gestão de mudança empresarial como no entendimento dos agilistas sobre a visão que os executivos esperam dos projetos.

 

Um ponto falado de extrema importância foi sobre ‘pessoas’. No final, sempre voltamos a elas porque uma empresa só existe porque o fator humano está trabalhando para que tudo funcione. Sem os colaboradores, uma empresa é apenas uma caixa de concreto vazia. Então, trabalhar a cultura da empresa é trabalhar as pessoas. A disrupção precisa estar nas pessoas para que a inovação tenha passagem para atuar. Por exemplo, um time precisa de permissão para ser inovador, mas com uma liderança que barra isso se torna inviável. Daí, é necessário buscar o fator impeditivo para essa mudança até que consiga concretizá-la.

Já na rodada das perguntas, uma delas foi a respeito do impacto da agilidade nos modelos de liderança, principalmente em “management 3.0”. O especialista, Ricardo Miluzzi, trouxe sua visão. Falamos sobre empoderar as pessoas ao invés de falar sobre gerenciar um ecossistema como um todo, onde as pessoas sintam-se felizes e possam colaborar. “Isso está muito ligado com agilidade. Como a gente consegue implementar um ambiente bacana, onde os profissionais queiram participar? Como a gente consegue dividir as funções? Nós trabalhamos com comunicação, reconhecimento, mostramos para as pessoas a importância da sua participação. É deixar o óbvio mais óbvio” explica Miluzzi. E complementando, Fernando Ruano, explica que não se deve criar um ambiente único. É preciso respeitar as diferenças das pessoas e implementar um ambiente que traga inspiração para todas, de acordo com essas distinções. 

No final, rolou um super sorteio de uma camiseta e uma caneca Meta e um livro sobre agilidade. Quer saber quem foi o vencedor, ver mais detalhes de cada palestra do nosso super time, assim como todas as perguntas respondidas por eles? Tudo isso você encontra na íntegra do videocast.

Partager:

Meta IT est une entreprise avec plus de 30 ans sur le marché qui a ouvert ses opérations en Amérique du Nord en 2020. Elle offre des conseils et des services de transformation numérique, mettant en œuvre des solutions technologiques qui accélèrent les résultats pour les grandes et moyennes entreprises à l'échelle mondiale et aidant les organisations et les entreprises à repenser et mettre à jour leurs modèles économiques. L'entreprise planifie et exécute des projets qui simplifient le parcours de transformation numérique de bout en bout grâce au conseil stratégique, au développement de logiciels, au maintien des applications, aux technologies SAP, à l'automatisation, également connue sous le nom de RPA, à l'augmentation du personnel et aux équipes agiles.